sábado, 20 de maio de 2017

DIZER O INDIZÍVEL

A partir do dia 06 de maio, o Centro de Documentação Histórica Pesquisa da II Guerra Mundial da Cap. Enfermeira Ref. da FEB Altamira Pereira Valadares, inaugurou a nova exposição em comemoração ao dia internacional dos museus (18 de maio) e a proposta do IBRAM para 2017 "Museus e histórias controversas: Dizer o Indizível"


“Diário de Guerra: A Mulher na II Guerra Mundial, sob o ponto de vista de quem lá esteve”.

Exposição de trechos do diário de Altamira Valadares, que nos fazem refletir sobre a condição humana e a condição da mulher em um ambiente de guerra.



O diário transcrito de Altamira Valadares

03 de novembro de 1944 (quinta-feira) Pisa Levantei-me, e mal tive tempo para me vestir – ordem para descer. Deixei o pouco que me restava em completa desordem. Não tem água para beber, etc. sinto-me triste. Em caminhões, molhadas até os joelhos, fomos todas para um grande edifício em construção por terminar, antigo Centro de Instrução de Paraquedismo Italiano em Pisa, misturadas as enfermeiras e rações – no chão, em padiolas, em camas tripé – uma confusão louca!
 O breakfast dos doentes saiu tarde e o nosso, já havia perdido a esperança e sentia a cabeça estalar, quando tivemos ordem para descer  e nos alimentar, na medida do possível (não sei como conseguiram salvar ainda estes alimentos?!) foi um milagre!Fomos todas distribuídas pelas enfermarias- horário de 12 horas: de 7 às 19 e de 19 às 7hs. Só ficou uma na “OR”. Foi um custo para encontrar os nossos feridos brasileiros – até no sótão, em cima e cheio d’ água, haviam 5 deles.Subi por uma escada e fui até ao telhado e, de lá, vi todo o nosso acampamento inundado até o pico das tendas, em regiões mais baixas. 

(TRECHO DO DIÁRIO)


Fotografias e objetos das enfermeiras na II Guerra


Segredos guardados nas gavetas

Cotidiano das enfermeiras

Cotidiano das enfermeiras

Uniformes das enfermeiras

Alimentação fornecida na guerra e segredos guardados nas gavetas



VISITAS MONITORADAS E AÇÕES EDUCATIVAS PODEM SER AGENDADAS PELO TELEFONE 99212 9325
Centro de Documentação Histórica Pesquisa da II Guerra Mundial - Cap. Ref. Enf. da FEB Altamira Pereira Valadares.

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Elza Cansanção Medeiros

A enfermeira chefe Elza Cansanção Medeiros com pracinhas feridos no 45 th General Hospital em junho de 1945,
 Nápoles (Itália)


Acervo do Centro de Documentação Histórica 
Pesquisa da II Grande Guerra (1939/1945) 
da Cap. Ref. Enf. da FEB
"Altamira Pereira Valadares"

Registro Fotográfico

O artista da Rádio Nacional, Grande Othelo, esteve no Show da Vila Militar, oferecido à FEB (Força Expedicionária Brasileira), antes de partirem para o velho mundo, em final de julho de 1944.


Da direita para a esquerda: Novembrina Augusta Cavalero, Helena Vieira dos Santos, Maria celeste Fernandes, Fausta Nice Carvalhal, Grande Othelo, Maria Luiza Henry, Haydée, Antonieta Ferreira, Maria Luiza Botelho, Sylvia Pereira Marques e Maria José Wassimon.

Acervo do Centro de Documentação Histórica 
Pesquisa da II Grande Guerra (1939/1945) 
da Cap. Ref. Enf. da FEB
 "Altamira Pereira Valadares"

Reportagens sobre as enfermeiras da FEB




sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Feliz Natal


http://klimtbalan.blogspot.com.br/

Uma vida iniciada há mil anos atrás
Pode ter seu complemento e plenitude
Numa outra vida que floresce agora.
                                - Murilo Mendes -

 Feliz Natal...

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Centro de Documentação recebe Menção Honrosa no Prêmio Darcy Ribeiro 2012

Mais uma vez, a equipe do educativo do Centro de Documentação da II Guerra Mundial "Capitã Altamira Pereira Valadares" foi agraciada com a Menção Honrosa do Prêmio Darcy Ribeiro, que tem por objetivo incentivar e premiar as práticas relacionadas a ação educativa em museus.

A ação educativa "Fronteiras" foi reconhecida pela temática inovadora de envolver artistas da cidade na elaboração de malas inspiradas em cartas retiradas do livro "Cartas do Front" de Andrew Carroll.
Alunos da Escola Anna Bonagura participando da ação educativa "Fronteiras", 2011


Na edição de 2012, foram premiadas 15 práticas e ações de educação museal que, por meio das diversas relações de mediação com os públicos, levam à apropriação, em sentido amplo, do patrimônio cultural, valorizando-o e promovendo sua preservação.

Alunos da APAE participando da ação educativa "Um novo contato com a Itália", 2008


É a segunda vez que o Centro de Documentação recebe a gratificação. A primeira conquista foi em 2009 com o projeto "Um novo contato com a Itália" em que todo roteiro expositivo foi elaborado em função da acessibilidade.

O prêmio é promovido pelo IBRAM (Instituto Brasileiro de Museus), órgão vinculado ao Ministério da Cultura, o que é uma grande honra para Batatais.

Agradecemos a todos os artistas que contribuíram no desenvolvimento do projeto: Sheila Dal Picolo, Valéria Giaxa, Fabíola Giraldi, Silvio Craco, Leandro Siena, Célia Natalina, Isabel Raphael, Eveline Bergamini e Luciana Fortini e todo o apoio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura na concretização das ações.

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Primavera no Museu - Plataforma Freire e EJA

Os alunos do curso de Artes da Plataforma Freire e EJA
visitam o Centro de Documentação e participam da ação educativa
Revirar e Conhecer é Reconhecer - Retratos da Guerra

Documentário sobre a FEB na Itália
Retratos dos Pracinhas Batataenses
Pintura coletiva